<< Voltar
 05/10/2021 09:58 - IR Contabilidade - EFD - Contribuições
Empresa Lucro Presumido foi autuada por deixar de escriturar uma nota fiscal de saída em 2018 e essa nota será escriturada como extemporânea no período atual. Como será feita a apuração do PIS/COFINS? E em relação ao SPED Contribuições, a nota também será lançada no arquivo atual ou terá que retificar o arquivo do período original da nota (2018)?

Empresa Lucro Presumido foi autuada por deixar de escriturar uma nota fiscal de saída em 2018 e essa nota será escriturada como extemporânea no período atual.

Como será feita a apuração do PIS/COFINS?

E em relação ao Sped Contribuições, a nota também será lançada no arquivo atual ou terá que retificar o arquivo do período original da nota (2018)?

R= A orientação é retificar a apuração, EFD Contribuições competência 8/2018.

R= Para efeitos tributários orientamos fazer a retificadora da DCTF (declaração de débitos) e ECF-Escrituração Contábil fiscal.

R= Contabilmente poderá escriturar em 2021, ajuste de exercícios extemporâneos.

Regra geral contabiliza:
D= Clientes (AC) ou D- Caixa / Banco (AC)
C= Receita Bruta (CR)

Neste caso estaria faltando o débito no ativo;
D= Clientes (AC) ou D- Caixa / Banco (AC)
C= Ajuste de Exercícios Anteriores (PL)

Impostos

D= Ajuste de Exercícios Anteriores (PL)
C= Pis e Cofins a Recolher (PC)
C= IRPJ / CSLL a Recolher (PC)

Multas e juros de períodos anteriores, contabiliza em, D= Ajuste de Exercícios Anteriores (PL).

Multas e juros de período atual, contabiliza em, D= Multas e Juros (CR).

Fundamentação legal: Manual da EFD Contribuições; IN RFB 2004 de 2021 art. 9° e 10°

IN RFB n° 2003 de 2021.




Outras perguntas sobre EFD - Contribuições

Veja todas perguntas sobre EFD - Contribuições >>








LEFISC - Legislação fiscal